terça-feira, 14 de julho de 2009

VERONIKA CONHECE O MUNDO DO SUCIDIO A DEPRESSÃO E SERÁ REVIVIDA EM FILME

Em 1999 comprei o livro “Veronika Decide Morrer”, lançado em 1998 pelo autor brasileiro Paulo Coelho. Na época, com 24 anos de idade, li muito rápido sem pensar muito naquilo tudo, talvez por ainda não me conhecer direito ou não aceitar que já havia passado por algumas coisas que o livro aborda, entre elas pensar em suicídio. E quem nunca pensou nisso? Quem responder ‘não’ , está mentindo! Sem hipocrisia hein, me poupe! O mesmo vale para a masturbação!

No mundo do jornalismo ainda existe uma resistência em noticiar o suicídio, pois muitos acham que seria incentivar as pessoas se matarem. A contradição disso é o homicídio. Diariamente a imprensa sensacionalista divulga cansativamente dezenas de homicídios, inclusive fazem cobertura 24 horas, como por exemplo, caso Nardoni (do pai e madastra que jogaram a menina Isabela pela janela), outro exemplo, Lindenberg (que matou a ex namorada Heloa, ao vivo, para que todas as televisões pudessem conferir o tiroteio em tempo real). Falar de homicídio também não incentivaria pessoas matarem outras pessoas? O dever da imprensa é prestar serviço a sociedade e seria ótimo discutirmos com profissionais da área, psicólogos, por exemplo, familiares que passaram por situações difíceis ou até mesmo quem já tenha tentado o suicídio. Sabe por quê? Muitas vezes passamos por momentos de, digamos, ‘loucura’ e pensamos que somente nós somos assim. Sentimentos sufocados por medo de sermos julgados, sempre temos que provar algo para todos e às vezes vivemos por viver, como diz o autor Paulo Coelho em um trecho do livro “tanto faz viver ou morrer”. Assim muitos poderiam encontrar uma saída, se informar de locais com tratamentos,etc.

Eis que chega 2009 e irão lançar o filme “Veronika Decide Morrer”, no dia 07 de agosto, nos cinemas de todo país. Eu nem lembrava mais do livro e então resolvi ler novamente, já que precisava relembrar e sempre gosto de ler alguma obra que seja transformada em filme para comparar. Nove anos após a primeira vez que li “Veronika Decide Morrer” prestei mais atenção em tudo e percebi que já tive pelo menos um pouquinho de cada doença citada no livro, principalmente depressão (quase quatro meses sem sair de casa), mas sem chegar ao extremo, talvez por falta de coragem ou até – por mais que seja engraçado dizer isso - por falta de tempo. O autor brasileiro, que confessa em um capítulo já ter sido internado em ‘hospícios’ três vezes, consegue descrever perfeitamente desde os sintomas até o tratamento de depressão, síndrome do pânico, esquizofrenia e o assunto tão ‘abafado’ por todas sociedades e sempre presente nelas: o suicídio. Agora a expectativa é se Paulo Coelho irá aparecer ou narrar esse trecho também no filme!

Pra quem já cansou de ver filmes de cachorros falantes e brigas entre casais, além de super heróis regravados por falta de imaginação de criarem outros ou medo desses não darem certo, “Veronika Decide Morrer” fala da mente humana, ou seja, assunto real que acerta em cheio a vida de todos nós em qualquer fase da vida e também todas as idades, sendo a primeira adaptação de um livro de Paulo Coelho. Por falar nisso, eu ia adorar se fizessem filmes dos livros "Brida" e "O Alquimista".

Estou curiosa para assistir ao filme, mas confesso que fiquei um pouco decepcionada quando vi no trailer que os atores são americanos. A atriz que vive Veronika é Sarah Michelle Gellar, que ficou conhecida mundialmente principalmente por causa da “Buffy, a caça vampiros” (1997). Será que Paulo Coelho não indicou nenhum artista brasileiro ou ainda não confia em nosso cimema?

Sinopse: Adaptação da obra de Paulo Coelho sobre a história de Veronika, uma jovem que não aceita a idéia de viver uma vida sem sentido, decidindo se matar com uma overdose de calmantes. Ao acordar em uma clínica, descobre que realmente tem pouco tempo de vida, mas coisas intensas começam a acontecer.

Elenco: Sarah Michelle Gellar, Jonathan Tucker, Erika Christensen, Melissa Leo, David Thewlis
Direção: Emily Young
Gênero: Drama
Distribuidora: Imagem Filmes

CONFIRA O TRAILER:

8 comentários:

i will disse...

nussa! quero assistir ! o livro é muito foda o melhor que já li !

Savina disse...

gostei muito da história! baixei o livro p/ ler e vou assistir concerteza o filme...

Music Girl Show disse...

caraca to doida pra ver

gi você é muito foda

eu nem tava sabendo !

Tatiana Rock Girl disse...

eu me identifico demais com o livro , tanto que já o li 3 x

quero ver o filme !

e nota zero por não ser produção brasileira com atores do nosso país

Lady Ormundo disse...

Ca-ra-lhoooo irei assistir ele sem duvida eu devorei o livro com um final perfeito e sem duvida irei perder o filme espero q siga a risca tudo oq esta no livro assim tenho certeza de q será bom^^

Priscila Raulino disse...

eu nem conhecia o livro , vou tentar comprar nesse final de semana, pois achei muito legal o teu texto explicando tudo isso e também já quero ver o filme, vamos combinar de irmos todos juntos, isso se todos forem da mesma cidade? ou se não for de mesmo lugar, podiamos ir todos no mesmo dia e voltar aqui pra comentar ahahahahah e ai?

David Novaes disse...

já li o livro e o paulo coelho consegue tratar do assunto tão bloqueado pela sociedade que é falar das chamadas loucuras que todos nós passamos um dia e aconselho que todos leiam o livro porque geralmente o filme não tem todos os detalhes

Sutto disse...

O livro é muito bom sim, foi o primeiro que li de Paulo Coelho, e depois li os outros todos. E com certeza 98% das pessoas ja pensou sim em suicidio, e o outro tema então, sem comentários. rsrsrs