domingo, 2 de outubro de 2011

Evanescence não empolga muito o público ao priorizar músicas do novo CD no Rock in Rio


Evanescence, banda americana liderada pela vocalista Amy Lee, que se apresentou no Rock in Rio, no domingo, 02 de outubro, teve alguns momentos frios com o público ao preferir apresentar músicas que farão parte do novo CD homônimo – com previsão de lançamento para o dia 11 de outubro - produzido pelo competente Nick Raskulinecz (Foo Fighters, Rush, Alice in Chains, Deftones).

Das treze músicas do repertório de 1h10, seis delas foram do novo CD. Não adianta negar, o público sempre espera hits – maioria tocados em FM – ainda mais em grandes Festivais iguais a este. Nem todo mundo conhecia as novas músicas, então boa parte da plateia ficou quietinha e muita gente reclamou que “Lithium” e “Sweet Sacrifice” fizeram falta no setlist. Ao tocar a cadenciada “My heart is broken”, Amy, ao piano, avisou: “essa música é nova e muitos não devem conhecer.” As novas - também desconhecidas - "Made of stone", "The Change”, "The other side" e "Sick” foram somente aplaudidas sem nenhuma reação acalorada.

A energia de “What you want” fez as honras da casa, abrindo o show, arrancando gritos histéricos entre a plateia que não parava de pular. Essa música é a primeira de trabalho do novo CD – terceiro da carreira da banda - e já ganhou videoclipe (assista aqui). “What you want” pelo menos já é conhecida, pois tem sido muito divulgada na mídia.

“Estava com saudades de vocês do Brasil. Faz muito tempo desde a última vez”, disse a carismática Amy Lee. Essa foi a terceira vez que o Evanescence tocou no país (em 2007 no "Maquinária Festival", em 2009 e agora no “Rock in Rio” 2011).

Amy e seu inseparável piano anunciavam as primeiras notas de "My immortal", acompanhada pelo público, mas ela não deixou as 100 mil pessoas cantarem sozinhas pelo menos um trecho - espantando aquela mágica energia que poderia rolar entre ela e a multidão.

A vocalista às vezes parecia cansada, até mesmo depois das músicas cadenciadas – as quais tocava piano e cantava sentada. Esse cansaço de Amy, 28 anos, refletiu em algumas canções com desafino.

Deixando de lado “Never go back” - talvez por falta de tempo - Amy Lee (vocal), Terry Balsamo (guitarra), Troy Mclawhorn (guitarra), Tim McCord (baixo) e Will Hunt (bateria) conseguiram energizar a galera com seu rock pesado e pitadas de metal e gótico em “Call me when you’re sober” e no final da apresentação com “Bring me to life” – hits esperados que não poderiam faltar.

Rock in Rio 4 mostra que é possível a transmissão universal

No ano passado, o Sepultura revolucionou provando que é possível compartilhar um show através da internet, disponibilizando streaming via Twitcam (aplicativo interligado com Twitter), um show da banda ao vivo Alemanha.

Existem vários grandes portais e até o momento ninguém tinha arriscado ou pensado em liberar imagens dos eventos. Até que finalmente o Rock in Rio voltou ao país e – em parceria com o G1 – transmitiu todas as noites do evento gratuitamente. A produção também fez parceria com o Youtube, para permitir que as pessoas residentes no exterior pudessem conferir todos os shows. Além disso, a TV Globo, igual acontece desde a primeira edição do Festival, exibiu o Rock in Rio. Ótimo para quem não tem acesso a grande rede de computadores e muito menos TV a cabo - já que também foi transmitido pelo canal Multishow. Isto é, o evento foi conferido pelas 700 mil pessoas presentes na Cidade do Rock e 150 milhões (Internet, TV aberta e paga).

Outra ação muito bacana que o Rock in Rio conseguiu realizar foi a constante atualização das redes sociais com todas as informações (fotos, setlist, notícias). Atividade que muitas assessorias ainda não dominam ou não acordaram para enxergar a importância, e perdem a oportunidade de divulgar ainda mais seus clientes - além de manter contato direto com o público.

Quem não podia pagar pelo ingresso ou viajar até o local, teve a felicidade de ser incluído nesse grande movimento cultural – que até pouco tempo ainda era para poucos e significava status.

Esperamos que daqui pra frente outras parcerias aconteçam, para que todos possam curtir os shows.

VEJA FOTOS DO EVANESCENCE

Nenhum comentário: