segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Resenha – CD Peixe Homem da banda @MadameSaatan


Belém precisa se orgulhar, e muito, de ter 'parido' Madame Saatan. E todo Brasil tem a obrigação de conhecer e acompanhar o trabalho dessa banda que está na estrada desde 2003 e já carrega muitos prêmios e vários shows importantes na bagagem. Ainda mais depois do lançamento do segundo CD "Peixe Homem", que tem muita qualidade - deixando muito gringo no chão - e mostra o talento amadurecido de Sammliz (voz), Ed Guerreiro (guitarra), Ícaro Suzuki (baixo) e Ivan Vanzar (bateria).

Madame Saatan conta com uma mulher no vocal, mas foge do que a maioria das bandas formadas por moçoilas ou com meninas no vocal estão fazendo exaustivamente por aí - geralmente pop rock ou hardcore engraçadinho. Sammliz domina o rock pesado com sua voz grave, deixando de lado baladinhas de amor ou letrinhas chiclete melosas causando ‘diabete musical’ em qualquer ser vivo.

O disco começa sem cerimônia alguma com "Respira", para nenhum apreciador de heavy metal colocar defeito. Inclusive essa música já ganhou videoclipe muito bacana, produzido por P.R. Brown (diretor responsável por clipes de Slipknot, Smashing Pumpkins, Audioslave, Prince, Hanson, Alicia Keys).

“Fúria” e “Até o fim” seguem mantendo o peso com competência, agradando bastante os ouvidos que curtem porrada na orelha. As letras de Sammliz possuem vasto conteúdo, pois falam sobre guerra, apocalipse, simpatia, fantasia, morte e até religião - como no caso de “Invisível”.

“Sete dias” é empolgante e no refrão diz “Em sete dias trás de volta seu amor de novo; Em sete noites faz te querer até quem não te quer”, nitidamente baseado nas cartomantes - que publicam mensagens na internet ou colam cartazes nas ruas - prometendo trazer o amor de volta e algumas dizem que a pessoa amada retorna sim, mas não garantem que permanecerá ao lado do companheiro. No popular é a conhecida macumba ou também chamada de simpatia. Alguns batizam como picaretagem mesmo.

Pode até parecer confuso, mas “A Foice” é a menos pesada, sem deixar de ser pesada. E Sammliz nessa canção dá um show nos vocais, mostrando do que é capaz.

A distorção é muito bem-vinda e devidamente utilizada pelo guitarrista Ed Guerreiro em "Rio Vermelho", com destaque também para as viradas da potente bateria de Ivan, sustentadas pelo firme baixo de Ícaro.

"Insônia" e "Sonâmbula” dispensam apresentações porque os títulos já anunciam do que se trata. O refrão de "Sonâmbula" causa uma sensação alucinógena, principalmente durante o trecho que diz "alma distante, cruzando velhos caminhos sonâmbulos" - nos fazendo sentir personagem da música.

“Sombra em você”, que tem o início parecido com uma mistura de carimbó e retumbão com pitadas de guitarrada, fecha com chave de ouro o álbum produzido por Paulo Anhaia (Charlie Brown Jr, Velhas Virgens, CPM22, entre outros).

É impossível destacar uma faixa ou outra desse CD, pois todas são muito virtuosas e conseguem transmitir fielmente toda a essência da Madame Saatan. “Peixe Homem” apresenta uma banda madura e em sintonia que manteve o estilo proposto sem deixar de lado as raízes. Uma banda que não desiste de lutar e mesmo cantando em português tem grande chance de fazer sucesso no exterior. Valeu a pena aguardar quatro anos por este lançamento!

Nota 10

Banda Madame Saatan
CD Peixe Homem
Ano 2011
Gravadora Doutromundo

Faixas:
01. “Respira”
02. “Fúria”
03. “Até o Fim”
04. “Sete Dias”
05. “A Cicatriz”
06. “Invisível”
07. “A Foice”
08. “Moira”
09. “Rio Vermelho”
10. “Insônia”
11.”Sonâmbula”
12.”Sombra em Você”

Site www.madamesaatan.com

Nenhum comentário: